Publicado por: Chinelo de Meter o Dedo | Março 29, 2010

Carnaval sobre Rodas

Esta foi uma aventura em família, para miúdos e graúdos.

Há muito que no nosso imaginário pairava a ideia de umas férias de autocaravana. Resolvemos aproveitar as mini-férias do Carnaval para pôr essa ideia em prática. Assim, eu, o Sérgio, a irmã do Sérgio (Manuela) e o nosso sobrinho (Daniel) resolvemos fazer as trouxas e pôr rodas a caminho.

Instalamos os apetrechos todos nos imensos armários da autocaravana e rumamos a sul.
A ideia era passear, conhecer um pouco mais do nosso Portugal e, se o S. Pedro permitisse, escalar um pouco. Mas, neste campo, o S. Pedro resolveu ser um bocado mau feitio.

Daqui partimos para Óbidos, essa bela vila, rodeada pela imensa muralha. Aproveitamos para conhecer melhor este bonito local que puxa pela nossa imaginação, em especial aos mais pequenos.

Óbidos

O imaginário perfeito para o Daniel

Fazer vida na autocaravana é fácil: há sempre comida fresca, local onde parar para fazer uma refeição ligeira ou até mesmo mais elaborada, uma cama para descansar, mesa onde fazer actividades e jogar jogos e claro… um quarto de banho sempre à mão :-)  Melhor ainda, se não gostamos dos vizinhos ou da paisagem é só dar à chave!

A nossa casa sobre rodas

Óbidos

Deixamos Óbidos para trás e seguimos pela costa, parando no Cabo Carvoeiro, Peniche, mas infelizmente a maré não nos possibilitou escalar na Escola de Escalada do Cabo Carvoeiro. Já há muito que pretendíamos experimentar este ambiente “viking”, mas infelizmente ainda não foi desta. No entanto, o regresso está agendado. Visitamos a famosa praia dos Super Tubos e para mal dos pecados do Sérgio, que não tinha levado o longboard, estavam umas ondas da moda. Por isso, seguimos para um merecido descanso na Ericeira.

Cabo Carvoeiro

"Casa" sempre com vista

Cabo Carvoeiro

Mais uma vez, a vantagem da autocaravana, permitiu-nos parar para pernoitar numa bonita baía que nos presenteou com uma mágica paisagem pela manhã: a praia com aquela aura de inverno, surfistas a desfrutar do ambiente, pescadores, um pequeno-almoço de porta aberta para deixar entrar a maresia e assim ir acordando aos poucos, despertando os sentidos para mais um dia de viagem. Como o relógio não pára, há que aproveitar a mobilidade e rumamos em direcção a Cascais, mas não sem antes fazermos uma paragem por Casal Pianos para dar uma olhadela a esta escola de escalada (mais uma vez sem a possibilidade se podermos sacar os nossos amigos (friends) do saco para arejarem.

O cozinheiro de serviço a preparar mais um belo jantar

Um despertar com vista para o mar

A vista da "casa"

Ribeira de Ilhas

Em Cascais, e como o S. Pedro devia estar distraído, tivemos uma aberta e resolvemos ir escalar um bocadinho à Guia, o vício é mais forte que tudo e o Daniel não falava noutra coisa, não o podíamos desiludir. Lá deu para saciar o vício, pelo menos enquanto não começou a chover. Escusado será dizer que o Daniel delirou!

Eis o nosso escalador!

A mãe não lhe fica atrás. Ou fica…?

Isto de viajar de autocaravana exige que de vez em quando se vá até um parque de campismo fazer uma manutenção. E foi isso que fizemos em Cascais. Passamos a noite no parque de campismo para no dia seguinte irmos visitar a enigmática Sintra.

Sintra nunca nos desilude. Nem mesmo de baixo de chuva intensa. É certo que não deu para andar a passear muito. Mas a visão deste lugar é maravilhosa. E devido à chuva e ao nevoeiro estava mais enigmática do que nunca: o musgo cobria os blocos de granito (os não escaláveis pelo menos!!!), a névoa penetrava pelo meio do arvoredo que estava num emaranhado de musgo e heras.

Mais uma vez os planos foram-se alterando ao sabor da chuva e como em Sintra a chuva não parava, fomos embora, pusemos rodas ao caminho e decidimos parar em Mafra para visitar o Convento.

Visitado o Convento a questão era: “onde vamos pernoitar?”. O Sérgio surgiu com a ideia de irmos dormir à Redinha o que pareceu a todos uma boa ideia, pois é um sítio que conhecemos bem e adoramos. Mas o mais entusiasmado foi o Daniel com a perspectiva de poder escalar mais uma vez. Será que temos escalador?🙂

O escalador tem que começar a habituar-se ao material de escalada

Era a derradeira hipótese de escalar, se não fosse na Serra do Sicó não seria em mais lado nenhum!

Mais uma vez o dia seguinte teve um despertar maravilhoso, envolto naquela paisagem tão bonita, especial e familiar que a serra nos oferece.

A bonita Serra do Sicó

Como de noite tinha caído um dilúvio a Redinha / Poios estavam molhados e assim restava-nos apenas as Buracas. O Daniel não podia estar mais feliz com todas aquelas grutas, com a ideia de se empoleirar numa corda de escalada e andar a fazer baloiço com o Padrinho… Padrinho esse que ainda andou agarrado às paredes, mas há dias que os projectos não querem sair.

Nas Buracas

Padrinho e Afilhado

O Sérgio

"À morte"!🙂

O regresso a casa foi feito com calma, com aquela alegria de rever a nossa cama misturada com aquela nostalgia de fim de férias e dia seguinte a trabalhar.

Foi uma experiência óptima! Viajar de autocaravana traz muitas possibilidades. Mas o melhor foi as férias em família. Isso sim valeu a pena. Sempre boa disposição, muita conversa, muito riso, respeito e trabalho de equipa, embora aqui o Sérgio tenha sido “explorado” porque ninguém quis arriscar conduzir um monstro daqueles e em férias é sempre ele que cozinha. É sempre ele porque ele quer e adora!🙂

Ficamos à espera das próximas férias ou mini-férias, de autocaravana, carro, avião, tenda… O que vier!


Responses

  1. Que dias tão bem passados! … e tão bem lembrados :))

  2. Simplesmente delicioso!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: