Publicado por: Chinelo de Meter o Dedo | Julho 15, 2010

Drave, Arouca

As nossas caixas de e-mail são vitimas do ataque de centenas de e-mails que diariamente nos obriga a filtrar, de uma forma nem sempre justa ou até mesmo eficiente, isto porque na maioria das vezes ou é spam ou então são e-mails sem grande interesse que só nos fazem entupir a caixa.

Há uns meses recebi um e-mail que acabaria por passar na censura, e o seu nome suscitaria alguma atenção de minha parte, “Pelas Piscinas de Drave, Marcha de Montanha”.

Não era grande a descrição que vinha com o e-mail mas como a palavra Drave remetia-me para algo desconhecido e o tema “Marcha de Montanha” não me desagrada de todo, decidi abrir e perder alguns minutos…

Rapidamente me apercebi que Drave não fica além fronteiras mas sim num local onde normalmente recorro a incursões mais verticais: a Serra da Freita, em Arouca!

O vídeo, que foi gentilmente cedido e elaborado pelo Xavier, ajuda-nos a compreender o que o montanheiro vai descobrir ao longo do percurso de quase todo o PR-15 (Aldeia Mágica). As paisagens, já características da Serra da Freita, desta vez levam-nos ainda mais longe, de Regoufe até Drave, pelas encostas da Serra até ao mais íntimo do vale onde o riacho se encarregou de esculpir as suas piscinas mesmo ao lado das típicas casas de xisto (algumas recuperadas), a conferir à paisagem um ar único mas ao mesmo tempo austero.

Mas, desta vez, mais do que a perderem tempo a ler o relato propomos que percam o vosso precioso tempo a verem o vídeo!

Os 6 minutos que despendi a ver o vídeo que acompanhava o e-mail foram certamente os 6 minutos mais bem gastos dessa semana, não só porque me enriqueceram culturalmente mas porque me fizeram sonhar e, como um certo Sr. escreveu, “quando o Homem sonha o mundo pula e avança…”. Sentiram o mundo avançar? Pois é, fui eu o responsável!!!

A Serra da Freita acaba por ser um local com uma grande oferta de paisagens e mesmo actividades de montanha/natureza por onde ainda podemos passear descontraidamente, sem grandes restrições nem ameaças, coisa rara no que toca a natureza em Portugal.

Outrora, Portugal era um país livre e os montanheiros, alpinistas, escaladores, escuteiros e simples amantes da natureza podiam ao mesmo tempo usufruir e cuidar da Natureza. Hoje em dia, a mesma esta reservada para quem a poder «comprar»!

A 24 de Julho os interessados poderão visitar Drave e percorrer estes caminhos numa marcha de montanha organizada pelo C.C.P.

PS: Esperamos que este nosso e-mail tenha passado na vossa censura!

Mais informações:

 http://drave.cne-escutismo.pt/pt/main.php?action=comolachegar
http://www.arouca.biz/Turismo/Locais_a_Visitar/Drave_20050702218/
www.ccpmontanha.com

Por Sérgio Duarte


Responses

  1. Gostei!
    Realmente, por Arouca ainda podemos fazer o que gostamos; apreciar a natureza, com respeito pela lmesma.
    Afinal somos montanheiros e como tal, não nos interessa danificar, poluir ou perturbar a montanha.

    Abraços.
    X


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: