Publicado por: Chinelo de Meter o Dedo | Julho 26, 2010

Guias de Viagem “Lonely Planet”

Um carro velho e batido, alguns dólares no bolso e um grande espírito de aventura. Isto foi tudo o que Tony e Maureen Wheeler precisaram para a viagem das suas vidas. Conheceram-se, casaram um ano depois e decidiram passar a lua-de-mel a tentar aquilo que poucos ousariam: atravessar a Europa e Ásia por terra, até à Austrália. A viagem levou vários meses e todo o dinheiro que tinham juntado e pedido emprestado, mas conseguiram. No final, estavam falidos, mas não podiam estar mais felizes.

Foi uma experiência demasiado fantástica para a manterem somente para eles e impelidos pelos amigos, passaram noites em claro a escrever o seu primeiro guia de viagens: Across Asia on the Cheap. No espaço de 1 semana venderam 1500 cópias e assim nasceu a Lonely Planet. Dois anos depois, a sua grande segunda viagem levou à edição de mais um guia South-East Asia on a shoestring, que originou os guias sobre o Nepal, Austrália, África e Índia, que levaram a…. Já deu para entender, não?

Passados 30 anos a Lonely Planet transformou-se numa marca internacionalmente adorada e reconhecida pelas suas abordagens em primeira mão, mapas actualizados e compromisso em fornecer a melhor informação aos viajantes.

Para nós, os guias da Lonely Planet transformam-se em bíblias sempre que viajamos por nossa conta, de mochila às costas, por terras longínquas e desconhecidas.

Eis alguns dos motivos:

• Informação prática e precisa: os autores dos livros são peritos e experientes; são eles que, pessoalmente, exploram os locais sobre os quais escrevem, tanto para as primeiras edições como para as edições seguintes; são eles que fornecem detalhes essenciais, juntamente com uma panóplia de informações e dicas.

• Recomendações imparciais: os livros da Lonely Pkanet não contêm publicidade; os seus autores estão proibidos de aceitar acomodações ou refeições gratuitas em trocas de recomendações favoráveis, o que faz com que as suas dicas sejam honestas e objectivas.

• Recomendações sobre melhor valor: as recomendações da Lonely Planet são tão vastas para que os viajantes possam rentabilizar da melhor maneira o seu tempo e dinheiro, quer viagem de mochila às costas e a pé, ou façam uma viagem mais luxuosa.

• Mapas indispensáveis: os mapas que os guias Lonely Planet apresentam são pesquisados no local pelos autores, muitas vezes em áreas sobre as quais não existem mapas; posteriormente são devidamente cartografados pela Lonely Planet; tudo isto faz com os guias da Lonely Planet apresentem mais mapas do que qualquer outro guia.

• Guias de linguagem: os guias Lonely Planet contêm palavras essenciais, gramática e frases na língua local e, quando necessário, ainda incluem nome de locais, restaurantes e hotéis nos caracteres locais.

• Conselhos de saúde e segurança: os guias oferecem informação precisa e pratica para que os viajantes viagem em segurança em qualquer local, incluindo também dicas para se manterem saudáveis e recomendações sobre o que fazer em casos de emergência.

• Informações gerais: na Lonely Planet acreditam que quanto mais o viajante souber sobre as pessoas e os locais que visitam mais iram desfrutar da sua viagem e menor será o impacto negativo da sua presença no local, o que leva a que nos guias se encontrem informações sobre costumes, etiqueta, história, religião, arte e política.

• Construção robusta: estes guias são construídos para a estrada, para as viagens, com capas laminadas e costuras reforçadas de maneira a que o livro não se desfaz com o uso excessivo e sob condições severas.

• Livros “verdes”: todos os guias da Lonely Planet fornecem informações e conselhos para que os viajantes viagem de um modo responsável e sustentável; aliadas a estas informações, a Lonely Planet também trabalha arduamente para reduzir os desperdícios na produção e distribuição dos seus livros, evitando sempre excessos de stock.

Todas estas razões são poucas para recomendar estes fantásticos guias. Só quem já viajou por sua conta e risco com o auxílio deste guias é que consegue dar o devido valor a estes livros tão completos e imprescindíveis a qualquer aventureiro. Nós já viajamos com o auxílio de outros guias de viagens e nenhum se compara com os da Lonely Planet.

Os livros podem adquirir-se em qualquer livraria, mas caso não encontrem o que pretendem, podem sempre encomendar no site da Lonely Planet. Existem livros de tudo o que é países, havendo depois livros sobre cidades ou zonas em particular.

Esta é uma forte recomendação do Chinelo para quem quer viajar por sua conta e risco por terras desconhecidas.

 

Mais informação:
http://www.lonelyplanet.com/about/
http://www.lonelyplanet.com


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: